segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Recessão nos EUA durou 18 meses, estabelece comitê

Período de declínio econômico foi o maior desde a II Guerra Mundial.

A recessão econômica nos Estados Unidos, resultante da crise financeira mundial, durou 18 meses, afirmou nesta segunda-feira (20) o Comitê de Datação de Ciclos Econômicos do Escritório Nacional de Pesquisa Econômica (NBER, na sigla em inglês), órgão responsável por determinar oficialmente quando começam e terminam esses ciclos.

Segundo o grupo, a recessão, a mais longa da história do país desde a Segunda Guerra Mundial, teve início em dezembro de 2007 e encerrou-se em junho de 2009, superando os 16 meses de retração da economia dos EUA registrados em duas ocasiões – entre 1973 e 1975, e entre 1981 e 1982.

O NBER define recessão como “um período de atividade econômica decrescente espalhada pela economia, durando mais que alguns meses, normalmente visível no PIB real, emprego, produção industrial e vendas do varejo.

O entendimento do NBER é diferente do comumente adotado pelo mercado, que considera recessão uma queda no PIB em dois trimestres consecutivos. Essa lógica aponta o fim da recessão no terceiro trimestre de 2009, quando a economia teve expansão de 2,2%.

De acordo com o comitê, caso o Produto Interno Bruto (PIB) volte a encolher no futuro próximo, o fato será considerado como uma nova recessão.Do G1, em São Paulo

2 comentários:

Fabiola Cangussu Comenta disse...

Olá menina! o blog está muito bom... irei acompanhar

VALÉRIA ESTEVES disse...

Obrigada Fa. E como vai você em BH? Mts novas?
bjs